WCT Portugal - Kai vence e decisão do título mundial fica para o Hawaii.

Nat chegou a final, ficou em segundo e faturou o título de "Estreante do ano". Foto: ASP / Cestari.


Kai Otton acaba de vencer a etapa portuguesa do WCT 2013.

Em ondas de 1m a 1,5m no pico de Supertubos, em Peniche, o australiano superou o norte-americano Nat Young, que com o resultado ficou com o título de “Estreante do ano”.

Kai chegou a Portugal na décima posição no ranking após três bons resultados: 3º no Tahiti e 5º em Trestles e na França. Com a vitória o aussie embolsou US$ 75.000, conquistou 10.000 pontos e subiu para o sétimo lugar entre os tops.

O australiano não começou bem o dia e ficou em último na disputa do round 4, vencida pelo conterrâneo Julian Wilson. Mas na segunda repescagem da prova, ele superou o havaiano John John Florence e começou a arrancada para o título.

Nas quartas Kai eliminou Mick Fanning e tirou a chance do australiano faturar o terceiro título mundial em Portugal.

Na semifinal ele deixou pra trás Joel Parkinson e na finalíssima, com uma boa escolha de ondas, superou o “Estreante do ano’, o norte-americano Nat Young.

Melhor brasileiro na etapa

O melhor brasileiro na etapa e o único a competir no último dia de disputas, Miguel Pupo, não entrou em sintonia com as ondas de Supertubos nesta quinta-feira.

No Round 4 ele terminou em último, num duelo onde o norte-americano CJ Hobgood desequilibrou com um tubo numa direita seguido de uma batida/floater numa junção pesada que valeu 8.83 pontos. Em segundo lugar ficou o australiano Taj Burrow.

Na segunda repescagem da prova, o sul-africano Jordy Smith achou os barrels, passou por dentro e deixou o brasileiro atrás no placar durante todo o confronto. O nono lugar não foi um bom resultado para Miguel, que vai precisar fazer bonito em Pipe para se manter na elite.

Miguel Pupo foi melhor brasileiro na prova e terminou em nono. Foto: ASP / Kirstin.

Medina vence a Expression Session

Gabriel Medina, que foi eliminado ainda no round 2 por Alejo Muniz, participou da Expression Session nesta quinta-feira e foi o melhor.

Agora o foco é no Hawaii, onde entre os dias 8 e 20 de dezembro acontece o Pipe Masters, última etapa do WCT 2013 e onde será conhecido o grande campeão da temporada.

Final
Campeão Kai Otton (AUS) 12.33 - 10.000 pontos e US$ 75.000
Vice-campeão Nat Young (EUA) 11.03 - 8.000 pontos e US$ 30.000

Semifinais
2º = 3º lugar, 6.500 pontos e US$ 17.500
1 - Kai Otton (AUS) 14.83 x 12.23 Joel Parkinson (AUS)
2 - Nat Young (EUA) 14.07 x 10.66 Josh Kerr (AUS)

Quartas de final
2º = 5º lugar, 5.200 pontos e US$ 14.500
1 - Joel Parkinson (AUS) 15.07 x 14.90 Julian Wilson (AUS)
2 - Kai Otton (AUS) 10.00 x 9.43 Mick Fanning (AUS)
3 - Nat Young (EUA) 15.10 x 14.54 Jordy Smith (AFR)
4 - Josh Kerr (AUS) 10.67 x 8.56 CJ Hobgood (EUA)

Round 5
2º = 9º lugar, 4.000 pontos e US$ 12.000
1 - Joel Parkinson (AUS) 17.17 x 11.10 Matt Wilkinson (AUS)
2 - Kai Otton (AUS) 14.60 x 12.16 John John Florence (HAW)
3 - Jordy Smith (AFR) 13.33 x 8.90 Miguel Pupo (BRA)
4 - Josh Kerr (AUS) 18.40 x 15.53 Taj Burrow (AUS)

Round 4
1º = Quartas de final / 2º e 3º = Round 5 (repescagem)
1 - Julian Wilson (AUS) 14.50 x Joel Parkinson (AUS) 10.50 x Kai Otton (AUS) 9.90
2 - Mick Fanning (AUS) 12.00 x John John Florence (HAW) 11.70 x Matt Wilkinson (AUS) 4.74
3 - Nat Young (EUA) 14.67 x Jordy Smith (AFR) 9.60 x Josh Kerr (AUS) 6.46
4 - CJ Hobgood (EUA) 15.33 x Taj Burrow (AUS) 9.30 x Miguel Pupo (BRA) 8.17

Ranking do WCT após a etapa portuguesa:
1 - Mick Fanning (AUS) 53.100
2 - Kelly Slater (EUA) 45.900
3 - Joel Parkinson (AUS) 43.700
4 - Jordy Smith (AFR) 43.150
5 - Taj Burrow (AUS) 42.900
6 - Julian Wilson (AUS) 37.500
7 - Kai Otton (AUS) 37.350
8 - Josh kerr (AUS) 36.100
9 - Nat Young (EUA) 34.500
10 - CJ Hobgood (EUA) 32.400
12 - Adriano de Souza (BRA) 30.500
14 - Filipe Toledo (BRA) 24.400
16 - Gabriel Medina (BRA) 23.750
24 - Miguel Pupo (BRA) 13.750
28 - Alejo Muniz (BRA) 10.250
33 - Raoni Monteiro (BRA) 7.000

Previous
Next Post »